Cartas de Agradecimento – 06-07-2016

0

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Irmãos, essa não deveria ser a minha primeira carta de agradecimento, pois desde a minha infância sinto o manto protetor de Maria sobre mim. Seja na vida familiar, na escola, na tomada de decisões, enfim, sobre tudo que tenho e sou. Mas, acho que depois que me tornei mãe, isso se mostrou muito mais forte, sendo sua santa intercessão sob minhas gestações e partos, essenciais. Todas as vezes que precisei, rezei para nossa mãe e fui atendida. Me recordo de inúmeras noites com minhas filhas com bronquite e eu rezando para elas adormecerem, cantava “Mãe do Perpétuo Socorro” e tudo se acalmava. Nas nossas férias de fim de ano, minhas duas filhas tiveram uma virose muito forte e não tínhamos atendimento médico no local. Mais uma vez, eu passei a noite rezando e cantando e tudo parou. Então, por estar sempre ao meu lado, estou aqui hoje para te agradecer. Obrigada mãe do Perpétuo Socorro, por todas as graças recebidas.

De uma devota, eternamente agradecida!

Venho por meio desta carta, agradecer o dom da vida. No dia 13 de Janeiro fui à novena como de costume e saindo de lá fui à casa de uma prima jantar e estava bebendo. Continuei bebendo até às 6 horas da manhã e depois disso, só me lembro de acordar num posto de saúde. Estava em coma alcoólico, bombeiros e policiais me tiraram do carro. Quando acordei estava do lado de minhas tias, que graças a Deus e a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, pois tenho certeza, que ela intercedeu por mim e me fez ressuscitar. Hoje, estou sem beber e por intervenção do amor de Deus e da minha família estou bem. Graças a Deus e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, não tive nenhum arranhão, não bati e não machuquei ninguém. Por isso, quero agradecer à minha mãezinha.

De uma devota, eternamente agradecida.  

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Em Janeiro do ano passado passei pelos momentos mais difíceis da minha vida. Meu irmão sofreu um acidente e feriu o olho direito, no princípio pensei que fosse algo que iria passar rápido, não imaginava que a situação fosse tão grave. E foi a partir daí que começou meu sofrimento, junto com o da minha família. Meu irmão foi internado e todos os dias no hospital era como uma faca que colocavam no nosso peito, até que recebemos a pior notícia do mundo. Deveríamos optar em aceitar que os médicos tirassem o globo ocular do meu irmão ou ele correria o risco de falecer, pois havia uma bactéria que poderia chegar até o cérebro. Lembro muito bem desse dia, estava sozinha quando o médico me deu essa notícia e não sabia como contar para minha família. Havia ainda, outra opção de dar uma vacina, mas com uma porcentagem muito pequena de dar certo.  Então, no final do dia quando meus pais chegaram e ficaram com meu irmão, vim embora chorando sem parar e resolvi parar neste Santuário. Entrei de joelhos suplicando pela vida de meu irmão, pois acredite, família é o nosso bem maior.  Prometi então a Nossa Senhora que se meu irmão ficasse bem eu escreveria uma carta de agradecimento e aqui estou, pois só tenho a agradecer Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Jesus Cristo que sempre estiveram ao nosso lado, para nos ajudar a levantar e por meu irmão estar bem.  Mesmo com algumas sequelas, está vivo e feliz ao nosso lado, que é o que mais importa. Confio muito em meu Jesus Cristo e em minha Nossa Senhora, que ele ainda poderá voltar a enxergar. Obrigada mãezinha!

De uma devota, eternamente agradecida. 

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça alcançada. Depois de inúmeras novenas, sempre pedindo à Deus e nossa mãezinha para que colocasse em meu caminho uma pessoa boa, encontrei um namorado incrível, a pessoa dos meus sonhos. A chegada dele preencheu um vazio enorme que morava aqui dentro, depressiva por alguns momentos até experimentei “drogas” na ilusão de me sentir melhor. Achava que não iria encontrar ninguém que eu fosse conseguir amar, alguém que me fizesse feliz. Ele chegou como um presente divino, preenchendo todo o vazio do meu coração e me afastando do mal. E, quando eu achava que já estava feliz, com apenas 4 meses de namoro eu engravidei. Foi uma surpresa, pois eu havia tomado remédio certinho, segundo minha médica, “quando é para ser não tem explicação”. Acredito que eles são um presente divino. Obrigada, Mãe do Perpétuo Socorro por ter atendido meu pedido e por me conceder esses presentes maravilhosos. Ganhei uma família linda!

 

 

De uma devota, eternamente agradecida.