Cartas de Agradecimento – 13-07-2016

0

Venho por meio desta carta, agradecer mais uma graça recebida pela intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro na minha vida e na vida da minha família. Apesar de ter um emprego bom, fiquei em dificuldades financeiras. Passei então a brigar, com minha esposa e minhas filhas, mesmo sabendo que a culpa era toda minha. Não conseguia ver uma saída para crise financeira, que já estava se tornando familiar.  Foi quando voltei a frequentar as novenas e pedi a minha mãezinha que me ajudasse a superar os problemas, pois sabia que poderia contar com ela. E com certeza, ela ouviu minhas preces. Somente nesta semana, pelo menos três portas se abriram para mim. Duas já se concretizaram, e outra está para acontecer ainda essa semana. A mais importante de todas as propostas será uma nova atividade empresarial, que está caminhando a passos largos para se concretizar. Com fé em Deus, nosso Jesus Cristo e a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, conseguirei superar meu problemas financeiros e de relacionamento com minha esposa e filhas. Só tenho a agradecer a minha mãezinha por essas e outras graças alcançadas. Obrigado!

De um devoto, eternamente agradecido. 

 

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por várias graças alcançadas. Há aproximadamente 15 anos, frequento o Santuário da minha Mãe do Perpétuo Socorro e durante todos esses anos, várias graças foram atendidas. Mas, gostaria de testemunhar a última graça alcançada. No dia primeiro de julho de 2016, minha vó de 81 anos amanheceu com fortes dores abdominais, a levamos para o posto de saúde, onde passou o dia em observação, mas as dores não passaram. Por volta das 18h30 minutos, encaminharam minha vó para o hospital para fazer um ultrassom abdominal, e a partir dai lá permaneceu por 21 dias, sendo 4 dias no CTI e 7 dias na clínica médica. A princípio ela foi diagnosticada com pedra e vesícula inflamada e teria que ser submetida a uma cirurgia para retirada da vesícula.  Mas, com 81 anos, minha vó nunca havia sequer sido internada, e nós todos da família, ficamos muito apreensivos, pois, apesar de simples, para ela que tem idade avançada e por ter hipertensão arterial era uma cirurgia de risco. Mesmo com todos os riscos, segundo o médico a cirurgia era a única alternativa. Durante esse período no hospital, ela contraiu uma pneumonia e edema pulmonar o que agravou ainda mais seus problemas de saúde, sendo enviada para o CTI. Enquanto isso, eu pedia todos os dias a minha Mãe do Perpétuo Socorro, para interceder pela saúde da minha vó, para que ela pudesse retornar para casa. Mesmo nos momentos de angústia, desânimo, tristeza, desespero, não perdia a minha fé, e no dia 21 de julho, veio a notícia que tanto esperávamos, minha vó havia recebido alta médica. E mais, a cirurgia foi adiada, pois ela, não apresentava mais dores abdominais e tinha recuperado sua saúde. Só tenho a agradecer todos os dias da minha vida, por Nossa Senhora ter restabelecido a saúde da minha vó. Muito obrigada minha mãe, por mais esta graça alcançada.

De uma devota, eternamente agradecida.

 

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Em abril de 2014, eu fiz uma mamografia e fiquei aguardando o resultado. Em Setembro, o Hospital me ligou pedindo para eu repetir o exame, o que aconteceu já em abril de 2015. Foi então, que o médico me chamou e disse que eu teria que fazer uma biópsia. Após fazer o exame, o resultado foi confirmado, eu estava com câncer de mama maligno e precisava fazer uma cirurgia para retirar um nódulo, foi nesse momento, que eu vim pedir socorro à mãezinha do perpétuo Socorro, começando uma série de novena. Outros exames foram pedidos, sendo diagnosticado mais um nódulo. Fiquei desesperada, mas o tempo todo, em casa ou no serviço, pedia para a mãezinha me proteger. No dia 21 de Agosto eu fui operada, correndo tudo bem graças à Deus e a mãezinha. Mesmo operada, não deixei de vir nas novenas, minha irmã me levava todas as quartas. Mesmo sem força, eu vinha e sempre pedia para ela não precisar fazer a quimioterapia, um tratamento muito sofrido. Antes de terminar a segunda série da novena recebi a minha graça, o médico falou que não seria preciso fazer a quimioterapia. Sai do hospital e vim direto para casa da mãezinha agradecer a bênção que tinha recebido. Hoje, já faz cinco meses e estou bem graças a Deus e Nossa Senhora do Perpétuo Socorro!

De uma devota, eternamente agradecida.  

 

Venho por meio desta carta, agradecer imensamente a Mãezinha do Perpétuo Socorro que me estendeu as mãos e acolheu o meu pedido. Comecei a frequentar as novenas em 2012, quando então, cursava o último ano da faculdade de direito, momento pelo qual decidi que, prestaria o Exame da Ordem. Resolvi sair do estágio para me dedicar única e exclusivamente aos estudos. Fazia orações e pedia a Mãezinha para me abençoar e me guiar para vitória. Eu sonhava em passar nesse exame, antes mesmo da minha colação de grau. Mas, infelizmente, foram duas tentativas frustrantes em 2012. Chorei, sofri e cheguei a pensar que jamais passaria. Foi então que, insistentemente, continuei recorrendo a minha mãezinha. Com mais fé e força em 2013, e no primeiro exame da ordem do referido ano, consegui, com a luz de Nossa Senhora, a minha aprovação. Foi especial! Melhor ainda, foi ver a satisfação e alegria de meus pais que me presentearam com um lindo anel. Obrigada, Mãezinha do Perpétuo Socorro, pela graça alcançada.

De uma devota, eternamente agradecida!