Santuário fará partilha de bolo gigante em comemoração aos 76 anos da igreja

0

O Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro comemora 76 anos de inauguração da igreja nesta quinta-feira, 3 de agosto. Para celebrar a data especial  está sendo realizada uma programação especial durante toda esta semana, desde segunda, 31 de julho, até domingo, 6 de agosto.

Uma das comemorações será a partilha de um bolo gigante no formato dos números 76, que será servido para cerca de duas mil pessoas no domingo (6) às 17h, logo após a Missa.

Neste sábado (5) às 19h terá uma missa com uma benção especial para os casais que casaram no Santuário. Desde a inauguração do Santuário em 1941, já foram celebrados mais de 9 mil casamentos.

As comemorações no domingo, 6, começam às 7h com a Missa em ação de graças aos dizimistas. Hoje o Santuário conta com a generosidade de 1.460 dizimistas.  Na segunda celebração, às 10h, terá uma bênção especial para as pessoas que receberam o sacramento do batismo no Santuário. Quase 30 mil pessoas já foram batizados na igreja desde a sua inauguração.

A programação segue no período da tarde com três missas, sendo a das 16h a missa dos 76 anos, e às 17h a partilha do bolo de aniversário. Às 18h terá missa pela Ação Social (AFIM) e às 20h missa por todos os devotos.

A igreja foi inaugurada no dia 3 de agosto de 1941. Mas a paróquia teve início dois anos antes, em 1939, fundada pelo então Bispo de Corumbá, Dom Vicente Priante, ficando sob os cuidados da Congregação do Santíssimo Redentor dos Missionários Redentoristas.

Os projetos originais são datados de 9 de novembro de 1939, segundo o documento do processo de tombamento do Santuário como patrimônio histórico e cultural do município. Mas a construção da igreja teve início em 1940, conforme a data entalhada na Pedra Fundamental da Igreja, localizada a esquerda de quem entra no Santuário.

A igreja é considerada uma das mais belas do Estado e os estudos arquitetônicos mostram que foi inspirada na  Basílica de Santo Apolinário em Classe, localizada em Ravena (Itália).

No dia 10 de janeiro de 1999, o então Arcebispo de Campo Grande, Dom Vitorio Pavanello, publicou o decreto de elevação da Igreja à Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, motivado pelas tradicionais novenas que acontecem todas as quartas-feiras.

Atualmente, o Santuário de Campo Grande é o que mais realiza novenas em todo o mundo, com 18 novenas, de hora em hora, a partir das 6h até às 23h.  Cerca de 25 mil pessoas passam pelo Santuário todas as quartas-feiras.

História do Ícone

Ele é um dos três ícones trazidos dos Estados Unidos para o Brasil em 1930. Os ícones pertenciam aos redentoristas norte-americanos e estão hoje em Campo Grande, Aquidauana e Curitiba.  O ícone do Santuário está por aqui desde 1941 quando foi construída a igreja.

Já o ícone, que fica na lateral direita do Santuário, veio de Roma por ocasião do I Congresso Internacional de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, realizado em Campo Grande, de 12 a 16 de maio de 2014.

Foi doado para este Santuário pelo então reitor do Santuário Internacional de Roma, Pe. Luciano Panella, CSsR, que esteve presente aqui no congresso.