Missa com o Papa deverá atrair 1 milhão de fieis no Paraguai

0

Assunção (RV) – O Presidente paraguaio, Horacio Cartes, visitou esta quarta-feira a localidade da Caacupé, capital mariana do Paraguai, que deverá receber 1 milhão de peregrinos para encontrar o Papa Francisco no próximo dia 11 de julho.

Maior centro de devoção mariana paraguaio

Francisco presidirá uma missa no dia 11 na Basílica da Virgem de Caacupé, que costuma receber, em cada 8 de dezembro, cerca de 400 mil peregrinos, naquela que é a maior festa mariana do país. Para a celebração, estima-se que 1 milhão de pessoas se deslocarão até o local, informou numa coletiva de imprensa o bispo da localidade, Dom Claudio Giménez. Com base nestes dados, os organizadores do evento preveem instalar telões gigantes no interior do santuário e em outros pontos da cidade.

A multidão poderá ocupar a área adjacente ao santuário e os seis quilômetros que o separam do lugar conhecido como ‘a Cruz do Peregrino’, um trajeto que Francisco percorrerá no papamóvel.

Incentivo para fieis utilizarem transporte público

A organização recomendou aos habitantes da grande Assunção que participem dos atos programados com o Papa na área metropolitana, deixando Caacupé para os visitantes de outras regiões do país e vindos de fora, a fim de diminuir a aglomeração. Outro apelo foi para que os fiéis utilizem o transporte público, para evitar os engarrafamentos.

O Governo paraguaio estima que 1 milhão de turistas estrangeiros irão ao Paraguai para encontrar o Papa Francisco, o que poderá gerar um ingressos de capital na ordem de 200 milhões de dólares.

Francisco é o segundo Pontífice a visitar o Paraguai, após João Paulo II em 1988. (JE/EFE)