“Laudato si” estimula Igreja indonésia a ações em prol do ambiente

0

Jacarta (RV) – A Carta encíclica do Papa Francisco “Laudato si” deveria estimular também a Igreja na Indonésia “a falar com mais coragem acerca das mudanças climáticas e a empreender ações concretas para cuidar da nossa casa comum”. Essa é a indicação resultante de um encontro entre bispos e sacerdotes do país asiático, reunidos dias atrás em Jacarta.

A emergência ambiental e climática evocada no documento pontifício é um tema de grande atualidade na Indonésia, onde a rápida difusão da indústria agroalimentar e, em particular, das plantações de dendê, está provocando o desaparecimento de enormes extensões de terras virgens, sobretudo, em Kalimantanm, Sumatra e Papua, com danos irreversíveis para a biodiversidade e o clima.

Segundo o secretário da Comissão Episcopal para a Justiça e a Paz e a Pastoral dos Migrantes e Itinerantes, Pe. Paulus Christian Siswantoko, todavia, pouco foi feito até então por parte da Igreja indonésia para enfrentar essa emergência.

Em 2013, a Conferência episcopal publicou uma Carta pastoral dedicada ao compromisso da Igreja na conservação da Criação, mas o documento teve escassa implementação nas dioceses, disse o sacerdote, citado pela agência Ucan.

Segundo o presbítero, a encíclica do Papa Francisco tem sido, nesse sentido, um salutar chamado ao clero e aos fiéis leigos a saírem dessa passividade.

E foi justamente esse o compromisso nascido do encontro de Jacarta: inspirada pelas indicações do Papa Francisco, a Igreja indonésia buscará sensibilizar seus fiéis a empreenderem ações concretas em defesa do ambiente. (RL)