Papa recebeu os Ministros do Ambiente da União Europeia

0

O Papa Francisco recebeu antes da Audiência Geral desta quarta-feira dia 16, os ministros do ambiente da União Europeia. Tendo como horizonte a conferência de Paris de final deste ano, o Santo Padre falou sobre solidariedade, justiça e respeito pela Criação. O desenvolvimento sustentável faz-se com tecnologia e solidariedade:

“Sabemos que as pessoas mais vulneráveis da degradação ambiental são os pobres, que sofrem as consequências mais graves. Solidariedade quer dizer, assim, ativar instrumentos eficazes, capazes de unir a luta à degradação ambiental com aquela à pobreza. Existem numerosas experiências positivas em tal direção. Trata-se, por exemplo, do desenvolvimento e transferência de tecnologias apropriadas, capazes de utilizar bem os recursos humanos, naturais e socioeconómicos, maiormente acessíveis a nível local, em modo de garantir uma sua sustentabilidade também no longo prazo.”

Débito ecológico, desequilíbrios comerciais, uso dos recursos, foram todas temáticas enunciadas pelo Santo Padre que frisou a necessidade do diálogo citando a Encíclica ‘Laudato Si’:

“Por um lado, a ciência e a tecnologia metem nas nossas mãos um poder sem precedentes; por outro lado, o correto uso de tal poder pressupõe a adoção de uma visão mais integral e integrante. Isto pede que se abram portas a um diálogo, um diálogo inspirado nesta visão radicada na ecologia integral, que é objeto da Encíclica ‘Laudato Si’.”

O Papa Francisco agradeceu o contributo dos ministros europeus do ambiente para a conferência de Paris do próximo mês de dezembro.

(RS)