Hospital Bambino Gesù: Parolin nomeia novos Conselheiros

0

A Fundação Bambino Gesù vira página. Reuniu-se em Roma pela primeira vez o novo Conselho Directivo da Organização sem fins lucrativos Hospital Pediátrico da Santa Sé, nomeado directamente pelo Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin. Novos conselheiros, novo Estatuto e nova missão: “Um objectivo – declara a presidente Mariella Enoc – para o qual trabalhei desde o primeiro dia em que tomei posse para garantir transparência, solidariedade e inovação”.

Os novos conselheiros são sete, incluindo a Presidente Enoc: Pietro Brunetti, Ferruccio De Bortoli, Maria Bianca Farina, Caterina Sansone, Anna Maria Tarantola e Antonio Zanardi Landi

“Agradeço ao Cardeal Secretário de Estado – declarou Mariella Enoc – que esteve ao meu lado e me apoiou neste longo processo de reforma, que se inaugura formalmente hoje com a primeira reunião do Conselho Directivo e a aprovação do novo Estatuto. Agradeço às pessoas que aceitaram fazer parte desta aventura, que vira a página decididamente em relação ao passado. A Fundação será uma casa de vidro que terá a tarefa de recolher fundos para o Hospital, destinados à investigação, inovação, iniciativas de solidariedade, mesmo no campo internacional”.

Não sendo capaz de estar presente pessoalmente no encontro, o Cardeal Secretário de Estado Pietro Parolin dirigiu aos membros do Conselho uma mensagem de proximidade e gratidão “por terem aceite esta  tarefa não fácil, movidos por aquele nobre espírito de serviço, humilde e desinteressado, que deve caracterizar os discípulos de Jesus e, no nosso caso, aqueles que trabalham, em diferentes níveis, no Hospital do Papa. Não duvido que estes sentimentos, juntamente com o alto perfil moral e profissional que vos caracteriza, serão para vós uma ajuda eficaz no desempenho da missão que é confiada à Fundação e à qual sois chamados a dar rosto e conteúdos concretos”.

“Hoje” – continuou o Cardeal – a Fundação Bambino Gesù sem fins lucrativos inicia a sua actividade “completamente renovada”. “Por isso – acrescentou – quero exprimir-vos o meu apoio e o meu encorajamento fraterno. E, acima de tudo, vos asseguro a minha oração. Creio que, todos nós e juntamente com os milhares de pessoas que olham para o Hospital Bambino Gesù com profunda simpatia e esperança, seremos capazes realmente de transformá-lo naquela “grande obra de caridade” que o Papa Francisco, na esteira dos seus Predecessores, deseja que seja e se torne cada vez mais”. (BS)