Papa: reafirmar o papel da mulher na família e no trabalho

0

É necessário afirmar o papel insubstituível da mulher na família e na educação dos filhos, bem como a contribuição essencial das mulheres trabalhadoras para a edificação de estruturas econômicas e políticas ricas de humanidade. Esse é o impulso dado pelo Papa Francisco a um seminário realizado em Roma sobre mulher e trabalho.

A mensagem do Papa é assinada pelo secretário de Estado, Cardeal Pietro Parolin. O Pontífice convida a identificar sugestões concretas e modelos positivos para harmonizar a dicotomia vivida pelas mulheres hoje: trabalho e exigências familiares.

O evento em Roma é organizado pelo Pontifício Conselho para os Leigos. Em um comunicado, o órgão fala da necessidade de afirmar um duplo reconhecimento do papel da mulher na vida pública, para a edificação de estruturas mais ricas de humanidade e para o bem-estar das famílias.

“Serão consideradas propostas para uma maior valorização do trabalho feminino, que superem as discriminações das quais as trabalhadoras ainda são objeto – como a penalização da maternidade e a desigualdade de salário”, informa o comunicado.

Com este seminário, o Pontifício Conselho para os Leigos quer celebrar o 20º aniversário da publicação da Carta às Mulheres, do Papa João Paulo II, na qual ele manifestou sentimentos de viva gratidão e apreço por parte da Igreja às mulheres empenhadas em atividades profissionais.

O seminário discute também a teoria de gênero e seus paradoxos. O encontro reúne participantes de nove países.