Comire promove encontro com missionários do regional Sul 3

0

Evento reuniu bispos, padres e leigos envolvidos com a animação missionária ad gentes

O Conselho Missionário Regional (Comire) promoveu um encontro de experiências missionárias, na cidade de Osório (RS), na Cúria Diocesana de Osório. O encontro que aconteceu na terça-feira, dia 19, contou com a participação de bispos, padres e leigos envolvidos com a animação missionária ad gentes, do regional Sul 3 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

Segundo o bispo da diocese de Osório e referencial para as missões do regional Sul 3, dom Jaime Koln, o objetivo do encontro consistiu em uma partilha fraterna de experiências entre os missionários que estiveram colaborando com o Projeto Igreja Solidária da diocese da Nampula, localizada no norte de Moçambique, como os padres Domingos Manoel Lopes, da diocese de Bagé e Luiz Alves da Costa, da diocese de Itabuna, na Bahia, e ainda com a leiga Maria Roseclair Ribas, da arquidiocese de Porto Alegre.

Para o padre Maurício Jardim, da arquidiocese de Porto Alegre, que de 2008 a 2012 colaborou com o projeto em Moçambique, ser enviado pela Igreja do Rio Grande do Sul requer alguns elementos básicos para adaptação. “Ao chegar é importante uma atitude de escuta, de respeito, de diálogo e observar a realidade. Ao chegar, logo o missionário participa de um curso para inserção na Igreja de Moçambique, que precisa muito de leigos, padres e irmãs”, afirmou.

Já para o casal Edenilson dos Santos Costa e Camila Maciazeki Gomes, que permaneceram um ano em Moçambique a experiência foi maravilhosa. “Para nós, cada dia era uma experiência nova e tudo foi gratificante. Destacamos a convivência e a alegria do povo. É um povo que tem muito a dar, apesar de toda dificuldade que passa. Eles nos ensinam muito e vale a pena partir em missão”, afirmaram.

Missão em Moçambique

De acordo com o arcebispo de Porto Alegre e Presidente do regional Sul 3, dom Jaime Spengler, a Igreja tem a missão como algo próprio de seu DNA. “Conversamos sobre a presença da Igreja do Rio Grande do Sul e de outras expressões do Brasil neste projeto de solidariedade com a Igreja de Moçambique. Fazemos votos para os que lá estão e os que estão indo possam ajudar a promover ainda mais essa dimensão evangelizadora da Igreja. Quem se sente tocado, encontrado e atingido pelo Evangelho não pode não desejar partilhar e compartilhar essa experiência fundamental. Que possamos crescer mais neste espírito de solidariedade entre nossas igrejas”, avaliou dom Jaime.

O trio de missionários que representará a Igreja gaúcha em terras moçambicanas partirá nos próximos meses. O padre, Luiz Alves da Costa e Maria Roseclair Ribas vão para lá no dia 04 de fevereiro, já o padre Domingos Lopes, seguirá no dia 15 de março.

No contexto de doação e espírito missionário, a diocese de Osório cedeu o padre Celito Manganelli para a diocese de Bagé, que ofereceu um de seus padres para a missão ad gentes. “Vou dar continuação ao trabalho do padre Domingos. Para mim essa experiência é um crescimento. É um povo novo, uma diocese nova, um bispo novo. Isso tudo vai me ajudar na esperança e no crescimento pessoal”, declarou Celito.

Por CNBB, com informações e foto do regional Sul 3.