CARTAS DE AGRADECIMENTO 05-10-2016

0

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Pedi a Nossa Senhora que pegasse meu filho de doze anos no colo, assim como pegou Jesus. Agora, venho agradecer o seu carinho, pois, meu filho estava com leucemia, intubado, há 12 dias no CTI. Houve reações alérgicas a indução de plaquetas e para ficar mais difícil, ele teve pneumonia.  Só a senhora Mãezinha sabe e entende meu sofrimento. E quando desesperadamente gritei por sua ajuda, até um sacerdote apareceu no CTI para dar-lhe a benção. Ao ver minha dor de mãe, Nossa Senhora me atendeu imediatamente. Logo em seguida, meu filho foi desentubado, voltou para casa e continua o tratamento. Tenho certeza que está comigo, mas no colo da Mãe do Perpétuo Socorro. Obrigada Mãezinha!

 

De uma devota, eternamente agradecida!

 

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Estava precisando de um documento do Exército denominado Certidão de Tempo de Serviço Militar para dar entrada do mesmo, junto ao INSS, para fim de aposentadoria. O documento estava demorando e eu rezando, pedindo a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, mas não estava obtendo êxito. Foi aí que numa novena de quarta-feira o Padre leu um sermão de Mateus, capítulo 15, versículos 21-28. Parece que ele leu para mim. Ele afirmou resumidamente que os versículos diziam: “Insistam! Se você não alcançou ainda sua graça continue insistindo”.  Foi o que fiz e finalmente no último dia 17 de agosto, consegui o referido documento. Obrigado!

 

De um devoto, eternamente agradecido.    

 

Venho por meio desta carta agradecerduas graças recebidas, por intermédio de Nossa  Senhora do Perpétuo Socorro. Sou mãe de uma linda garotinha Autista que mediante diversos tratamentos, incluindo fonoaudiólogas, não falava até os cinco anos de idade. Em 2012 fui acompanhar, um tanto a contra gosto, uma tia muito católica à novena. Minha tia dizia: compra o livrinho, comprei; compra água, comprei, vá se confessar, eu fui. A fila era enorme para a confissão e minha tia me deixou lá e foi assistir à novena. Quando chegou minha vez, senti algo tão forte e especial que ao ouvir a voz do Padre, chorando muito, confessei-lhe que eu estava me sentindo acolhida e protegida. Sai da confissão e fui à novena. Mais uma vez fui recebida de forma tão acolhedora, que me senti amparada. Senti a presença de Nossa Senhora ao meu lado e falei para Ela: “Minha Mãe, a senhora sabe o que eu preciso, o que minha filha precisa. Ela é sua filha também, olhe por ela”. Passado poucos dias, minha filha iniciou, milagrosamente, a falar. Agora, há pouco mais de 30 dias, um acidente aconteceu. Parte do reboco do teto da cozinha cedeu e atingiu a cabeça da minha filha. Mais uma vez, milagrosamente, ela apenas precisou de alguns pontos na cabeça. Essas graças só foram possíveis por seu intermédio, por isso, obrigada!

 

De uma devota, eternamente agradecida!  

 

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Em maio de 2013 meu pai sofreu um infarto e foi hospitalizado às pressas, pois, precisaria passar por uma cirurgia do coração. Foram 40 dias internado no CTI, certo dia o médico olhou para minha mãe e disse: “Se vocês sabem rezar, essa é a hora”. Eu e minha mãe entramos em pânico. Uma amiga que sempre vinha à novena me convidou para vir naquela quarta-feira, já que vez ou outra vinha com ela. No mesmo dia de manhã, o médico havia dado 48 horas para meu pai dar um sinal de vida, entrei neste Santuário tendo a certeza de que sua saúde iria se reestabelecer. Pedi com fé à nossa Mãezinha que olhasse para ele naquele hospital. No outro dia, meu pai teve uma melhora gigantesca e o mesmo médico não conseguia explicar. Meu pai hoje está com a saúde de uma criança e desde então, todas as quartas estou aqui para agradecer, por mais essa graça recebida.

 

De uma devota, eternamente agradecida.