Cartas de Agradecimento – 14-12-2016

0

Venho por meio desta carta testemunhar uma graça alcançada pela intercessão da Mãezinha do Perpétuo Socorro. No dia 05 de setembro de 2012 minha irmã foi sequestrada, ficou nas mãos de um bandido por três horas. Pedi a Ela que colocasse sua mão sobre minha irmã e que fosse encontrada com vida. Para alegria da família, ela foi encontrada e com vida. O bandido nada fez a ela.

Estou escrevendo esta carta como forma de agradecimento, pois minha Mãezinha do Perpétuo Socorro pode e intercedeu junto ao Seu Filho Jesus Cristo por minha irmã. Hoje ela está em casa com o esposo e todos nós estamos muito felizes por sua volta. Muito obrigada Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

De uma devota, eternamente agradecida!

Minha esposa e eu, com muito amor, agradecemos a nossa Mãezinha do Perpétuo Socorro mais uma graça recebida.

Quando alguém da família viaja nós pedimos a proteção de Deus, pelas mãos de Maria.

No dia 30 de dezembro de 2011, nossa filha e o genro viajaram de carro para o Paraná. Era noite e chovia muito quando o carro derrapou e capotou várias vezes. Apesar do carro ter perda total, não sofreram nada.

Obrigado Mãezinha querida por interceder por nós junto ao seu Filho Jesus.

De uma família, eternamente agradecida!

Mãezinha do Perpétuo Socorro eu indigna serva sua, venho agradecer por mais uma graça recebida.

Apareceu um caroço na minha perna e eu não mostrei ao médico. Pensei, eu tenho uma Mãe Poderosíssima, vou fazer uma Novena para Ela me ajudar a dissolver esse caroço, porque confio Nela.

Fiz a Novena de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e quando terminei não tinha mais o caroço. Ela já me alcançou esta graça, além de muitas outras. Ela é de verdade a Mãe de Deus e nossa Mãe Poderosa.

Obrigada Mãezinha por tantas graças recebidas.

De uma devota, eternamente agradecida!

Sou profissional autônomo e como tal, presto serviços a diversas empresas. Um tempo atrás precisei para uma dessas empresas, um livro de registro de documentos. Ao invés de comprar um e fazer o procedimento normal, optei por aproveitar um que tinha comigo, o qual era de uma empresa que nem chegou a funcionar, porém já registrado. Borrei o nome e escrevi o nome da outra empresa, pois o livro estava em branco.

Isto me causou um problema sério perante um órgão público, eu poderia ser processado por falsidade, apesar de ter feito isso sem intenção de prejudicar alguém. Recorrer a quem para provar tal atitude, poderia até acabar com minha vida profissional.

Como devoto de Nossa Senhora, frequentador assíduo das novenas há mais de 8 anos, sem perder uma quarta-feira, pedi a Ela que intercedesse por mim junto à Jesus, para que a pessoa tivesse bom senso e que não tomasse nenhuma atitude que me prejudicasse.

Quando cheguei para conversar sobre o ocorrido no órgão público, a pessoa nem esperou que eu me defendesse, simplesmente disse que esquecêssemos aquele livro e que providenciasse outro.

O primeiro pensamento que me ocorreu foi Nossa Senhora; senti um alívio profundo e agradeci à pessoa por isso.

Ouvindo tantas cartas de agradecimentos me senti tocado a também dar meu testemunho.

 

De um devoto, eternamente agradecido!