Cartas de Agradecimento 04-01-2017

0

Venho por meio desta, agradecer mais uma intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. No ano de 2010 conclui minha tão esperada faculdade, com muito sacrifício e suor. Durante aquele período me dediquei aos estudos, almejando a minha tão esperada carteira profissional. Depois de duas reprovações no exame da OAB decidi participar das Novenas de Nossa Senhora. Assim, todas as quartas-feiras eu participava das celebrações ajoelhado. Após concluir a Novena me inscrevi no exame da OAB e fui agraciado por Minha Mãezinha com a tão sonhada aprovação. Hoje, sou advogado, graças a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, fato que me mantém firme em continuar participando das Novenas. Sou eternamente grato a Minha Mãezinha!

De um devoto eternamente agradecido!
No final do ano passado meu neto de 10 anos teve um problema de infecção num olho afetando a córnea. Depois disso não enxergou mais nada. Foi levado ao médico, porém o diagnóstico dado não foi correto, como também a medicação não foi adequada e a infecção só piorava, já estava passando para o outro olho. Fui à Novena e pedi com muita fé para Nossa Senhora do Perpétuo Socorro que intercedesse por ele. Quando minha nora retornou ao consultório não encontrou o médico, pois ele estava em uma cirurgia. Sendo assim, ela procurou outro médico, tendo em vista que era urgente, o menino chorava muito. No mesmo instante, conseguiu encontrar outro médico que solicitou que o levassem ao consultório que ele faria o possível para atendê-lo. Este médico ficou preocupado com o estado em que estava o olho do menino e iniciou, imediatamente, outro tratamento. A partir daí a doença foi regredindo e agora está recuperado e enxergando bem. Graças à intercessão de Nossa Mãezinha foi encontrado outro profissional que diagnosticou com precisão o caso de meu neto. Hoje ele está curado. Obrigada Mãezinha que intercedeu de imediato junto a seu Filho Jesus Cristo
De uma devota eternamente agradecida!
Minhas orações com o tempo passaram a ser fervorosas e me emocionava sempre. Trazia minha carteira profissional, deixava-a aberta e a entregava literalmente nas mãos de Nossa Senhora do Perpetuo Socorro. Anunciei meu currículo, me inscrevi em contratações menos improváveis, lancei minha sorte. Quando menos esperava, fui convocada para uma entrevista, no período da manhã. Às 14 horas do mesmo dia recebi o resultado que deveria comparecer no dia seguinte com os documentos para contratação. Foi uma felicidade ímpar. Depois de conseguir o emprego, continuei frequentando as Novenas agradecendo o milagre conquistado. Não atribuo que tive sorte nestas conquistas, atribuo sim, à minha fé no poder que Nossa Senhora do Perpétuo Socorro tem em nos auxiliar. Retribuindo todas as graças alcançadas, continuo frequentando as Novenas e não perco nenhuma. No momento, com muita saúde e paz só tenho a agradecer. Obrigada meu Deus, obrigada Nossa Senhora do Perpétuo Socorro!
De uma devota eternamente agradecida!

 

Querida Mãe do Perpétuo Socorro, venho gradecer por mais um milagre concedido pela sua intercessão. Meu irmão, com apenas 22 anos sofreu um grave acidente de carro e seu colega, de apenas 18 anos, que o acompanhava faleceu na hora. Meu irmão foi levado para a Santa Casa com fratura no fêmur e em princípio não corria risco de morte. Ocorreram complicações, sendo diagnosticado com embolia pulmonar, em consequência perdeu os sentidos e necessitou ser levado ao CTI com urgência. Foram mais de 48 horas com pouca oxigenação no cérebro e impossibilitado de falar, movimentar-se e também de alimentar-se. Respirava com ajuda de aparelhos e era alimentado por sonda. Os médicos não nos davam esperanças e, se acaso sobrevivesse, provavelmente ficaria em estado vegetativo. Foi muito duro ouvir isto, mesmo assim, eu não desistia de ter fé; não conseguia parar um segundo sequer de rezar e pedir a intercessão divina; permaneci no leito enquanto foi possível com o terço em minhas mãos e fé no coração. Logo que foi removido para o CTI, fui para casa e passei em frente ao Santuário de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, estava anoitecendo, resolvi entrar, ajoelhei-me e voltei a rezar. No dia seguinte pela manhã, recebi a notícia de que meu irmão já estava tendo alguns estímulos e assim, aos poucos, foi se recuperando. Em poucos dias deixou o CTI, já estava falando normalmente, se alimentando, respirando sem ajuda de aparelhos e não ficou com absolutamente nenhuma sequela. Foi verdadeiro milagre. Hoje, minha família e eu somos eternamente agradecidos