Santuário e Santo Agostinho confeccionam tapete de 30 metros

0

Tudo pronto para a procissão de Corpus Christi. Voluntários do Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e da comunidade Santo Agostinho já montaram o tapete, por onde passará a procissão.

Localizado na 14 de julho com a rua Maracaju, o tapete tem 30 metros de comprimento. Sal, areia tingida, cola, barbante, corda e gliter foram alguns dos itens utilizados na confecção.

O tapete traz símbolos como a Eucaristia, o símbolo Mariano, a imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro e Nossa Senhora Aparecida, que completou 300 anos que foi encontrada no rio Paraíba do Sul.

O tapete foi inspirado na estola utilizada pelos padres. “Nós pensamos em fazer uma única imagem, e não dividida como nos anos anteriores, para dar essa impressão de um tapete mesmo”, conta o idealizador do tapete Irmão Fernando Batista.

Às 15h acontece a missa, na avenida Mato Grosso com a 14 de julho, de onde sai a procissão até a avenida Fernando Corrêa da Costa, encerrando com a bênção do Santíssimo.

A tradição remonta um acontecimento de 19 de junho de 1264, quando um sacerdote celebrante da Santa Missa, no momento de partir a Sagrada Hóstia, viu sair sangue. O papa Urbano IV determinou que os objetos milagrosos fossem levados para a cidade de Orvieto em grande procissão.

Desde então, a Igreja lembra o milagre com a comemoração de Corpus Christi. Todos os anos o Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro participa das atividades, tanto ajudando na confecção dos tapetes, quanto na celebração da missa.