Residentes da Chácara de Recuperação concluem curso de panificação

0

Os 10 internos da Comunidade Terapêutica Redentorista – Chácara de Recuperação – “Nossa Senhora do Perpétuo Socorro”, familiares de internos e colaboradores do Santuário que atuam na Catina e em outros setores, concluíram nesta segunda-feira, 18, um curso de panificação oferecido por meio da Secretaria de Assistência Social de Campo Grande.

Foram cinco dias de curso em que foram repassadas técnicas para a produção de pães salgados e doces. “Nesse curso eles puderam aprimorar a técnica, além de diversificar os produtos. Os devotos podem esperar novidades”, conta o instrutor de culinária, Fermino Rui Dias.

Os devotos acostumados a comprar o pão caseiro da Chácara, realmente, podem esperar novidades. Além de mais qualidade, os internos aprenderam a fazer  outros tipos de pão como, integral, pão de batata, trouxinha e doces.”Foi um grande aprendizado. Um curso excelente para nos aperfeiçoarmos”, conta Maria Gleiciane, que trabalha na Catina do Santuário.

Essa foi a primeira de três etapas. Por meio da parceria com a Prefeitura de Campo Grande, a Comunidade Terapêutica ainda espera oferecer outros dois cursos na área. “Era uma busca antiga oferecer esse curso, pois os pães geram um pouco de receita para Chácara. Esse curso atende à essa nova fase que a Comunidade Terapêutica está passando após a inauguração da nova sede”, conta o Diretor da Comunidade Terapêutica, Wellington Reinaldo Nabuco.

“Além de melhorar a nossa produção, estamos oferecendo capacitação para eles, o que ajudará na reinserção social deles” completa o coordenador terapêutico, André Rachid.

Estiveram presentes no encerramento do curso, a vice- prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes, o Secretário de Assistência Social – SAS, José Mario Antunes,  a Gerente de Trabalho e Ações de  Cidadania – SAS, Adir Diniz, e o vice – coordenador da AFIM, Gerônimo Correa Paula da Silva.

“Estamos semeando a sementes do bem. Nós sabemos da importância da capacitação e acreditamos na mudança. Que esse curso seja uma oportunidade para terem uma fonte de renda e poderem retomar a vida em sociedade”, afirma a vice- prefeita de Campo Grande, Adriane Lopes.

“É uma alegria podermos contribuir com esse projeto. Nós estamos de braços abertos para poder ajudar em iniciativas como essa”, completa o Secretário de Assistência Social.