Comunidade Santo Agostinho recebe rito de dedicação da igreja e do altar

0

A Comunidade Santo Agostinho agora tem uma das poucas igrejas consideradas dedicadas, na arquidiocese de Campo Grande. O rito de dedicação do altar e da igreja foi realizado neste domingo, 2, durante a missa das 8h.

No Rito da Dedicação foi feita a unção e incensação do altar e de toda a igreja. O Altar foi ungido com o óleo do Crisma. A igreja recebeu doze cruzes, símbolo de uma Igreja dedicada. As Relíquias dos dois Santos, Santo Agapito e São Geraldo Majela, foram descerradas sob o Altar juntamente com a ata de dedicação, sendo lacradas por uma lápide.

A celebração foi presidida pelo Arcebispo emérito de Campo Grande, Dom Vitório Pavanello, S.D.B., e contou com a participação dos missionários redentoristas e outros sacerdotes.

A celebração teve início no sábado, 1, com as Primeiras Vésperas. Nessa primeira celebração, as relíquias dos corpos de Santo Agapito e São Geraldo Majela ficaram expostas para veneração.