Cartas de Agradecimento 06-04-2016

0

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida.Há exatamente um ano, minha casa transformou-se em um campo de batalha. Meu esposo entregue ao vício do álcool, após muitas ofensas, parou no portão e disse: “Nunca mais volto aqui, me esqueça”, saindo de casa. Ali começava outra parte do meu desespero e dificuldades, desacreditei de tudo, fiz questionamentos e ofendi a Deus. Mas, passado um mês e meio, após uma noite em lágrimas, lembrei que eu tinha um colo e corri para essa casa abençoada. Abri meu coração, pedi perdão pelos meus atos e chorei para minha mãezinha. Falei para ela que aqui neste Santuário recebi a benção matrimonial e se fosse da vontade de Deus, que ela me ajudasse a ter força e sabedoria para restaurar meu casamento. Na quinta novena daquela série, ele voltou mudado e pensando mais nas atitudes tomadas. E eu, estou aqui agradecendo sempre para honra e glória do nosso Senhor, ter sido lapidada na minha fé. Obrigada, mãezinha do Perpétuo Socorro.

De uma devota eternamente agradecida.   

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. Meu pai mora no Japão e devido ao serviço sempre teve que usar botas protetoras para os pés, com o decorrer dos anos surgiram calos nos seus pés, que por anos não o incomodaram. Mas, em Dezembro do ano passado, ele começou sentir fortes dores nos pés, principalmente do lado esquerdo até que no final de janeiro ele foi ao médico. Chegando lá, o médico o atendeu e foi bem claro, que do jeito que estava o pé dele teria que ser amputado, pois uma bactéria fortíssima tinha entrado no calo. No mesmo dia, o médico internou o meu pai e começou a fazer uma bateria de exames, raspagem e aplicação de remédio direto no machucado. Nesse momento, eu estava terminando uma novena. Acompanhada da minha tia decidimos começar outra novena pedindo para que minha mãezinha, Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, intercedesse por meu pai.  Com a graça de Deus  e Nossa Senhora, que ouviu minha preces, os exames concluíram que a bactéria não tinha chegado até o osso, portanto não seria preciso amputar sua perna. Além disso, os remédios estavam fazendo efeito, matando a bactéria e hoje meu pai está bom e venho agradecer a minha mãezinha pela graça recebida.

De uma devota eternamente agradecida

 

Venho por meio desta carta,agradecer várias graças recebidas por mim desde quando passei a frequentar as novenas há sete anos. O nascimento de meus netos gêmeos, prematuros, que correram risco de morrer, o seu tratamento como crianças portadoras de necessidades especiais, o casamento de meu filho, emprego, a saúde e gravidez de minha nora e a saúde do meu esposo, que teve pneumonia em 2014. E agora, recentemente, um grande milagre aconteceu na vida de um jovem amigo de 22 anos, recém- casado, após uma cirurgia para retirada do aparelho da traquéia em São Paulo, ele teve a traquéia perfurada e acabou em coma.  A cirurgia foi exatamente em uma quarta-feira, ele foi para a UTI desenganado pelos médicos.  O meu primeiro pensamento foi correr para a igreja e pedir o socorro de Nossa Senhora. Quando sai da novena estava calma, com o coração sem a angústia. Após 24 horas ele abriu os olhos, falou com a esposa e começou a recuperação. Obrigada Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, obrigada Jesus, obrigada meu Deus.

De uma devota eternamente agradecida.

 

Venho por meio desta carta, agradecer a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça recebida. No ano de 2012, minha mãe descobriu através de exames que estava com um tumor maligno na bexiga. Para mim e meus irmãos foi a pior notícia que já havíamos recebido. A partir de então, vieram os tratamentos, que como todos sabem, embora sejam necessários, é um período muito triste e doloroso. Nós víamos o sofrimento dela e aquilo a cada dia nos matava um pouco. Um dia, muito desesperada no meu trabalho, minha patroa me falou das novenas de Nossa Senhora e resolvi conhecer a igreja, passando a vir regularmente todas as quartas, pedindo a cura de minha mãe para nossa mãezinha do Perpétuo Socorro. Entre idas e vindas do hospital e muitos exames para acompanhar a doença, em Março de 2014 depois de um exame, o médico olhou para minha mãe e disse que ela estava curada, que os tratamentos haviam dado resultado e que já não havia nenhum tumor, com a graça de nosso senhor Jesus e Nossa Senhora. Eu sou imensamente grata a Deus e a intercessão de minha mãezinha pela graça alcançada. Hoje meu choro não é mais de tristeza, mas sim de alegria e agradecimento. Obrigada Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

De uma devota eternamente agradecida.