Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - MS

Cartas de agradecimento 10-07-2024

Venho agradecer a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça alcançada.

Em 2021 sofri uma queda e acabei fraturando o fêmur. Fui levada ao pronto-socorro da Santa Casa e o tempo em que fiquei esperando passei muito mal, sentia fortes dores. Foi aí que me recordei que estava com um santinho da mãezinha do Perpétuo Socorro, peguei e coloquei próximo ao meu peito e pedi naquele momento, com toda força, que não me faltasse o seu Perpétuo Socorro e a sua materna intercessão. Foi um dia difícil, tive enjoos, passei mal novamente, mas aos poucos fui tomando posse da graça e fui melhorando. Precisei passar por uma cirurgia e a certeza que tenho é de que minha mãezinha do Perpétuo Socorro me acompanhou o tempo todo até a minha plena recuperação. Trago até hoje a imagem da mãezinha comigo. Sou grata por sua presença materna e por sua intercessão poderosa em minha vida. Hoje, cantando as glórias de Maria, só posso dizer com todo amor e carinho: muito obrigada minha querida Mãe do Perpétuo Socorro!

De uma devota eternamente agradecida.


Venho agradecer a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça alcançada.

Há dois anos eu senti um mal-estar na região do Abdome, mas não dei atenção a situação. Acontece que em março deste ano eu senti novamente um mal-estar muito grande. Só que dessa vez resolvi investigar por conta própria, fiz um exame de abdome total, no qual se constatou que eu estava com um pólipo na vesícula, nódulos que crescem na parede da vesícula biliar. Apresentei o resultado para a minha médica e ela disse que eu deveria retirar por meio de uma cirurgia. A questão é que eu nunca havia feito uma cirurgia e a ansiedade tomou conta de mim, fiquei com medo. Foi aí que recorri a Mãe do Perpétuo Socorro pedindo que ela me ajudasse para que eu não precisasse fazer a cirurgia. Na verdade, meu maior medo era a anestesia. Um dia chegando no santuário, mudei a minha oração, deixei de pedir que não fosse necessária a cirurgia, mas que a mãezinha do Perpétuo Socorro, se possível, me livrasse de todo medo e ansiedade que eu estava sentindo, e que se fosse da vontade de Deus que a cirurgia ocorresse tudo bem. E assim foi. A cirurgia foi marcada para abril. Já no hospital, quando a enfermeira me chamou para ir para sala de cirurgia, pedi com devoção para que a mãezinha do Perpétuo Socorro me acompanhasse e que meu Anjo da Guarda me guardasse, pois tinha certeza de que Deus já estava lá dentro esperando por mim. Nos momentos que mais precisamos Deus coloca anjos em nossa vida, quando cheguei na porta da sala de cirurgia um enfermeiro colocou a mão no meu ombro, senti algo muito forte, uma emoção muito grande, não sei explicar. Fui tomada por uma paz, por uma tranquilidade muito grande. Toda a minha ansiedade foi embora. Posso falar com toda a convicção que sentia as mãos de Deus sobre mim, a poderosa intercessão de nossa mãezinha do Perpétuo Socorro e a proteção do meu anjo da guarda. Só tenho que agradecer a Mãe do Perpétuo Socorro por mais uma graça alcançada e por tudo que já recebi.

De uma devota eternamente agradecida.


Venho agradecer a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça alcançada.

Recorri a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro pedindo pela saúde do meu neto de cinco meses que estava com bronquiolite. Meu neto foi atendido por um médico em Bela Vista que ao verificar a gravidade solicitou a transferência com urgência para Campo Grande. Chegando aqui ele foi encaminhado diretamente para a UTI. Precisou ser entubado e ficou vários dias na UTI até se recuperar. E graças a Mãe do Perpétuo Socorro, que intercedeu a Jesus pela saúde do meu neto, hoje eu venho dar testemunho de que ele está curado. Muito obrigada Mãe do Perpétuo Socorro, sou eternamente grata pela sua intercessão.

De uma devota eternamente agradecida.


Venho agradecer a Nossa Senhora do Perpétuo Socorro por uma graça alcançada.

Em março de 2016 foi diagnosticada com câncer nos ossos. Quebrei o braço e não podia engessar e nem fazer cirurgia por conta da doença. A saída foi utilizar a tipoia, após trinta dias o osso colou novamente. Comecei a luta contra o câncer, foram um ano e dois meses de quimioterapia. E se já não bastasse a luta contra o câncer, num dos dias na quimioterapia recebi a pior notícia que uma mãe pode receber, meu filho, que era policial, foi assassinado. É como se tivesse perdido o chão, a dor foi muito maior do que a dor que eu estava sentindo por conta do tratamento. Achei que não ia suportar, foi muito difícil! Pensei nos meus outros filhos e nos meus netos, eu precisava continuar lutando por eles.  Nos momentos de dor precisamos encontrar motivos para seguir lutando. Em 2017 fiz o transplante de medula óssea, foi um sucesso, o médico disse que ocorreu tudo bem. Hoje dou testemunho de que realmente deu tudo certo, fazem sete anos que fiz o transplante, estou curada graças a intercessão de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro.

De uma devota eternamente agradecida.

Deixe o seu comentário





* campos obrigatórios.

Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Av. Afonso Pena, 377 - 79005-000 - Campo Grande - MS

contato@perpetuosocorroms.com.br

(67) 3384.2818 | (67) 99281-1119 (WhatsApp)

AFIM

Av. Afonso Pena, 488 - Amambaí - Campo Grande - MS

assistenciasocial@afimcg.org.br

(67) 3211.6072 | 3211.6020 | 3211.6005

Facebook

X