Em Assembleia Geral, Pastoral dos Nômades do Brasil elege nova diretoria

0

Com a presença do bispo de Eunápolis (BA) e referencial para a Pastoral dos Nômades, dom José Edson Oliveira, agentes de pastoral, ciganos e não ciganos de diversos estados reuniram-se, de 7 a 10 de julho, na 28ª Assembleia Geral da Pastoral dos Nômades. O encontro foi realizado no Centro de Formação Dom João Batista, em Vitória (ES).

unnamed (5)

Além da secretária executiva do Setor Mobilidade Humana da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), irmã Claudina Scapini, também esteve presente o fundador da Pastoral, padre Renato Rosso. Atualmente, o sacerdote desenvolve trabalhos com ciganos da Índia e Bangladesh.

Ao longo da programação, os procuradores do Ministério Público Federal, Luciano Mariz Maia, Edmundo Antônio Dias e Elisandra Olimpio, apresentaram análise de conjuntura da realidade do povo cigano, por meio da qual apontaram os avanços e caminhos a serem seguidos em busca de políticas públicas para os nômades.

Além de refletir sobre as Diretrizes Gerais da Ação Evangelizadora da Igreja do Brasil, a Assembleia proporcionou momentos de espiritualidade, avaliação, partilhas e planejamento de ações.

Entre as propostas de ações para o próximo período estão: a difusão da Pastoral nos regionais, arquidioceses e dioceses; a divulgação junto ao clero sobre o trabalho realizado e da realidade do povo cigano; a intensificação da proximidade da Pastoral com os ciganos em suas lutas por melhores direitos e políticas públicas; a inserção e o incentivo da atuação da demais pastorais nas barracas, circos e parques.

Foi realizada ainda a eleição da nova diretoria da Pastoral dos Nômades, que ficou assim constituída: dom José Edson Santana Oliveira, presidente; padre Jorge Rocha Pierozan; vice-presidente; Cristina Garcia, secretária;  padre Tadeu Luiz Fernandes, tesoureiro;  padre Wallace do Carmo Zanon, diretor executivo.

A próxima Assembleia da Pastoral será realizada em São Paulo, entre os dias 5 e 8 de julho de 2016.