Lideranças Jovens Redentoristas participam de Congresso Nacional

0

Alegria, amizade e responsabilidade foram a marca expressada no rosto de cada um dos cerca de 80 jovens que participaram do Congresso Nacional de Lideranças da Juventude Missionária Redentorista (Jumire), em Trindade (GO), de 05 a 08 de novembro. O evento foi promovido pela Comissão Nacional da Juventude Redentorista e organizado pela Jumire GO-MT-TO-DF.

Líderes jovens de todas as unidades redentoristas brasileiras, com exceção de Recife, além dos confrades que acompanham os trabalhos da juventude em cada Província e Vice-Província e dos membros da comissão, tiveram momentos de formação, oração e integração. No dia 06, a missa de abertura foi realizada na Igreja Matriz Divino Pai Eterno, com transmissão pela Rede Vida. Em seguida, os jovens foram acolhidos com muita animação no salão paroquial Silvério Negri.

12194939_930237990403486_7536670201526830242_o

Após a apresentação de cada unidade, foram realizadas duas conferências. A primeira delas foi ministrada pelo padre Marcos Silva, C.Ss.R., Redentorista da Vice-Província da Bahia. Ele falou sobre as raízes, espiritualidade, carisma e a juventude da Congregação dos Santíssimo Redentor. O sacerdote fez uma série de questionamentos aos jovens e os convidou a experimentarem a realidade humana como missionários. “Reconhecemos as cruzes de nossas vidas, nossas limitações, fazendo um novo caminho, colocando-se para ser presença e testemunho. Essa inquietação que precisamos ter no nosso coração, saindo de nós mesmos, sermos tocados pela realidade do outro. Ser Redentorista é isto: continuar o redentor. É um estilo de vida, uma maneira de viver de forma diferenciada”, declarou.

Em seguida, foi a vez do padre Antônio Ramos do Prado, assessor da Comissão Episcopal do Setor da Juventude, discursar sobre a evangelização da juventude a partir do documento nº 85 da CNBB. Ele fez um levantamento histórico da juventude no Brasil e apresentou os três eixos fundamentais do documento: conhecimento da realidade, olhar de fé e linhas de ação. “Quando se fala em juventude fala-se também em desafio. É preciso dialogar com os jovens, conhecê-los primeiro para depois evangelizar”, disse o padre. A partir das conferências, os jovens ser reuniram em grupos para discutir algumas questões relevantes sobre os temas tratados.

a Foto oficial 1

Já no dia 07, dando continuidade à estrutura formativa, o padre Fábio Pascoal, C.Ss.R., Redentorista da Província de Goiás, abordou, de forma dinâmica e atual, a espiritualidade da Santíssima Trindade como fonte de misericórdia, redenção e missão. “Temos o Pai que se oferece, o Filho que se ajoelha e se prostra completamente, entregando-se por nós, e o Espírito, que é o sopro da vida, defensor e consolador. No centro desse movimento de amor está a humanidade”, afirmou padre Pascoal.

A devoção a Mãe do Perpétuo Socorro também foi abordada no congresso. “Com Maria apresentamos ao mundo o nosso Perpétuo Socorro” foi a conferência apresentada pelo padre Ângelo Licati, C.Ss.R., também da unidade goiana. Amplamente aplaudido pelos jovens, o sacerdote falou sobre as diversas mulheres representadas no Evangelho, destacando porquê a figura de Maria tem tanto destaque. “Quando o papa Pio IX pediu aos Redentoristas: ‘façam-na conhecida no mundo todo’, ele pediu para que a humanidade nunca se desespere com nenhuma situação e que encontrem no Perpétuo Socorro a sua libertação. Por Maria nós vamos a Jesus e por Jesus vamos ao Pai. Por Ele, a vida eterna!”, declarou padre Ângelo.

Ao final da tarde, os congressistas participaram de uma missa no Santuário Basílica do Divino Pai Eterno, presidida pelo padre Edinisio Pereira, C.Ss.R., reitor do santuário. Logo após, foi a vez da Noite Cultural, na qual a Jumire realizou apresentações que revelaram suas tradições, regionalidades, talentos, irreverência e criatividade.

12241024_930237630403522_5319603286567097502_o

No domingo, dia 08, com tantas pistas e inquietações trazidas pelos conferencistas, os jovens líderes apresentaram suas reflexões sobre a proposta do congresso e dos assessores, concluindo os trabalhos. Um almoço de confraternização foi oferecido no encerramento do evento.

A jovem Kimberly Sousa, da Unidade de Manaus, superou a barreira de falar em público, subiu ao palco, cantou e animou a juventude. É essa animação que ela quer levar para o seu grupo. “O congresso superou todas as minhas expectativas. Levo também para Manaus a missão de anunciar o Redentor, pois é isso que os jovens precisam”, disse.

Segundo Raissa Lopes, da Jumire de São Paulo, a dinâmica do evento foi bastante enriquecedora. “Toda a programação foi maravilhosa, feita de uma forma jovem para o jovem. A organização foi impecável. Encontrar tanta gente animada e acolhedora dá um fervor pra gente e a vontade de caminhar cada vez mais. Levo para a minha unidade o amor ao Redentor e as expectativas enquanto juventude missionária redentorista nacional”, declarou a jovem.

Foto oficial 2

O jovem Rafael Lima, da Província do Rio, também saiu do congresso com o coração tocado pelo Redentor: “Foi espetacular! A organização, acolhida, o zelo, as palestras. O evento foi importante para nos passar o quão é maravilhoso servir na Jumire e acrescentou coisas muito geniais, como a amizade. Eu saí do encontro pronto para frutificar, anunciar o Redentor! A cada dia que passa, cresce mais no meu coração a vontade de missionar. Estamos todos juntos com um único propósito: o amor com o próximo”.

Para a jovem redentorista Carleane Camargo, da Unidade de Goiás, foi uma oportunidade de conhecer diferentes realidades e levar essa troca de experiências para sua paróquia. “Devemos continuar com a nossa alegria em servir o outro, expressando mais ainda o nosso carisma redentorista. E mostrar que ser feliz é fácil, difícil é ser simples”, afirmou.

Brenda Melo

11053239_930237047070247_6831055911561985322_o

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here