Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - MS

Missionários Redentoristas

Santo Afonso Maria de Ligório fundou no dia 09 de novembro 1732, em Scala, no sul da Itália. a Congregação do Santíssimo Redentor, popularmente chamada Congregação dos Redentoristas. No começo foi uma simples Congregação de padres seculares sem votos, mas em 1740 para assegurar uma estabilidade maior, eles fizeram o voto de perseverança.

Os Redentoristas se esforçam por continuar o exemplo de Jesus Cristo Redentor pregando o Evangelho aos pobres (cf. Lc 4,14-21). A Congregação teve início como uma resposta às necessidades espirituais dos abandonados, do povo pobre que vivia na zona rural, nas montanhas fora da cidade de Nápoles.

A princípio, apenas uns poucos homens seguiram a inspiração de Santo Afonso. Mas enquanto ainda vivia o Fundador, a Congregação expandiu-se para fora do Reino de Nápoles, primeiramente para a Itália central e depois para a Polônia. Durante as primeiras décadas do séc. XIX foram fundadas comunidades redentoristas no Império austro-húngaro, na Alemanha, na Bélgica e na Holanda.

Em 1832, no centenário da fundação da Congregação, seis missionários redentoristas (três sacerdotes e três irmãos) partiram para os Estados Unidos e começaram a primeira obra missionária fora da Europa. Seguiram-se fundações na América Latina, na Austrália e depois na África e na Ásia.

Os Missionários Redentoristas, padres e irmãos, estão espalhados pelo mundo inteiro, presente em mais de 80 países. Em 1894 chegaram os primeiros Redentoristas no Brasil.

REDENTORISTAS EM MATO GROSSO DO SUL

A Província Redentorista de Campo Grande, que contempla MS e PR, nasceu no ano de 1930, com a chegada de dois padres Missionários Redentoristas vindos da Província de Baltimore dos Estados Unidos. Francis Mohr e Alphonse Hild desembarcaram em Aquidauana/MS, e deram início à presença estável de redentoristas no Mato Grosso do Sul.

Em 1934 foi feita a primeira fundação no Paraná. Em 1936 foi criada a Vice-província que, em 1942, teve sua sede transferida para Campo Grande. Em 1971 a sede foi novamente mudada, agora para Curitiba (PR), mantendo, porém, o mesmo nome também depois da elevação a Província em 1990. No Mato Grosso do Sul as comunidades estão em: Campo Grande, Aquidauana, Ponta Porã. No Paraná: Curitiba, Guaratuba, Telêmaco Borba, Paranaguá e Londrina.

C.Ss.R.

Os Redentoristas usam as iniciais “C.Ss.R.” após os seus nomes. Essas quatro letras são uma abreviação de Congregatio Sanctissimi Redemptoris, expressão latina que significa A Congregação do Santíssimo Redentor e tem um lema tirado do versículo 7 do Salmo 130, em latim: Copiosa apud eum redemptio (Nele é copiosa a Redenção).

Essa parte do salmo é uma declaração resumida do espírito que motiva os Redentoristas, porque nele Deus se mostra como absolutamente generoso em amor, compaixão e perdão para com a humanidade, amando de tal modo o mundo que deu seu Filho único, Jesus Cristo (cf. Jo 3,16).
Os Redentoristas foram tocados por esse amor e por isso procuram levar essa Boa Nova ao mundo, mas com especial preferência por aqueles que vivem à margem da Igreja e da sociedade.

Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Av. Afonso Pena, 377 - 79005-000 - Campo Grande - MS

contato@perpetuosocorroms.com.br

(67) 3384.2818 – (67) 3384.9969

AFIM

Av. Afonso Pena, 488 - Amambaí - Campo Grande - MS

assistenciasocial@afimcg.org.br

(67) 3211.6072 | 3211.6020 | 3211.6005 | 99200.7187

Facebook

X