Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro - MS

O Santuário

SANTUÁRIO NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO
Em Campo Grande, o começo foi assim…
A Paróquia de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro foi fundada em 1938, pelo então Bispo de Corumbá, Dom Vicente Priante, no promissor Bairro Amambaí, cujo traçado, elaborado por engenheiros militares, acompanha as linhas sinuosas da ferrovia. Em 1913, o bairro recebe as primeiras obras dos quartéis instalados pelo exército brasileiro. A partir de 1921, o conjunto passa a ser ocupado por residência e unidades institucionais da Circunscrição Militar. A chegada dos quartéis e dos contingentes militares foi decisiva para o crescimento da cidade, pois trouxe grande alento a seu comércio e a sua indústria da construção civil. Também a educação e a saúde elevaram seus padrões de qualidade em função do grande número de militares que passaram a se dedicar às atividades de ensino nas escolas locais, e ao atendimento médico da população, realizado nas instalações do hospital do exército, conhecido pela população como HG. Assim, com a vocação para atender aos habitantes da margem direita do córrego Segredo, a Paróquia instala-se em meio ao conjunto militar, e fica sob os cuidados da Congregação Missionária do Santíssimo Redentor, os Missionários Redentorista, conforme projeto, aceito canônica e pessoalmente pelo Papa Pio XI. A Igreja é construída em um terreno cedido pela Prefeitura Municipal ao lado das instalações do Círculo Militar, clube inaugurado em 1934 e destinado ao lazer dos servidores do Exército Brasileiro e seus familiares. A inauguração da Igreja aconteceu no dia 03 de Agosto de 1941. Junto à Igreja, funcionou durante muito tempo o Seminário da Congregação Missionária do Santíssimo Redentor, acolhendo inúmeros jovens para formação.Em 10 de janeiro de 1999, a Igreja torna-se Santuário Mariano, pois fiéis provenientes de todos os recantos da cidade, lá se reúnem em grande número, ao redor de imagem de Nossa Senhora do Perpétuo Socorro. A sede da Arquidiocese de Campo Grande encontra-se no prédio adjacente à igreja, e o conjunto de edificações faz pensar em um monastério de estilo italiano, com seu campanário lateral abrigando sinos de grande musicalidade. A bela coloração dos edifícios, próxima ao ocre, é devida à cor vermelha terra da Cidade Morena. São infinitas partículas de pigmento natural incrustada nas paredes ao longo das décadas pelas mãos de um artista invisível.
Reitores/Párocos nestes 70 anos de história
1939 a 1953 – Padre Luiz Laicher
1953 a 1956 – Padre Carl Langhirt
1956 a 1959 – Pe. Vincent Crotty, CSsR
1959 a 1961 – Pe. Francis Freel, CSsR
1961 a 1964 – Pe. Edward Jackson, CSsR
1964 a 1967 – Pe.JaimesToulas, CSsR
1967 a 1970 – Pe. Edward Geran, CSsR
1970 a 1972 – Pe. Carlos Sanson, CSsR
1972 a 1974 – Pe. Stephen Szigethy, CSsR
1974 a 1978 – Pe.JaimesToulas, CSsR
1978 a 1980 – Pe. Miguel Roche, CSsR
1980 a 1984 – Padre Angelo Schemberger, CSsR
1984 a 1986 – Padre José May, CSsR
1986 a 1988 – Pe. Jaime Figueiredo, CSsR
1988 a 1992 – Padre Eugênio Sullivan, CSsR
1992 a 1996 – Padre Orlando Boeira Cáceres
1996 a 1999 – Padre Frei Antonio Emídio Gomes
1999 a 2005 – Padre Edmundo Twomey, CSsR
2005 a 2007 – Padre Jorge Luiz Wathier, CSsR
2007 a 2008 – Padre HenriqueAparecido de Lima, CSsR
2009 a 2010 – Padre Odair Costa, CSsR
2011 a  2019     – Padre Dirson Ferreira Gonçalves, CSsR
2019 a dias atuais – Padre Reginaldo Padilha, CSsR
REDENTORISTA
Missionários Redentoristas
A congregação do Santíssimo Redentor foi fundada em 1732, em Nápoles, na Itália, por Afonso Maria de Ligório, com a finalidade de “continuar o exemplo de Jesus Cristo Salvador; pregando aos pobres a Palavra de Deus, como disse de si mesmo: Enviou-me para evangelizar os pobres” (Const. 1). “Os membros da Congregação tem como incumbência o anúncio explicito do Evangelho” (Const. 5). “Esse anuncio visa especialmente a Copiosa Redenção, isto é, o amor de Deus Pai “que nos amou primeiro e nos enviou seu Filho, como propiciação pelos nossos pecados” (1Jo 4,10) e que pelo Espirito Santo vivifica a todos os que nElecrêem” (Const. 6)
Os missionários Redentoristas, padres e irmãos, estão espalhados pelo mundo inteiro, presente em mais de 70 países. Em 1894 os primeiros Redentoristas no Brasil. Atualmente somos aproximadamente 600 missionários aqui no país distribuídos em nove unidades, que são elas cinco Províncias: Rio de Janeiro, São Paulo, Porto Alegre, Goiás e Campo Grande e quatro Vice Províncias: Recife, Fortaleza, Manaus e Bahia. Nós da Província de Campo Grande, estamos nos estados do Paraná e mato Grosso do Sul. Cuidamos de paróquias, santuários, missões populares e meios de comunicação social.
 
O ÍCONE DE NOSSA SENHORA DO PERPÉTUO SOCORRO
Na ilha de Creta havia um quadro da Virgem Maria muito venerado devido aos estupendos milagres que operava. Certo dia, porém, um rico negociante, pensando no bom preço que poderia obter por ele, roubou-o e levou-o para Roma.
Durante a travessia do Mediterrâneo, o navio que transportava a preciosa carga foi atingido por terrível tempestade, que ameaçava submergí-lo. Os tripulantes, sem saber da presença do quadro, recorreram a Virgem Maria. Logo a tormenta amainou, permitindo que a embarcação ancorasse, sendo salva num porto italiano.
Algum tempo depois o ladrão faleceu e a Santíssima Virgem apareceu a uma menina, filha da mulher que guardava a pintura em sua casa, avisando que a imagem de Santa Mariadeveria ser colocada numa igreja.
O milagroso quadro foi então solenemente entronizado na capela de São Mateus, em Roma, no ano de 1499, e aí permaneceu recebendo a homenagem dos fiéis durante três séculos, até que o templo foi criminosamente destruído. Os religiosos se dispersaram e a santa caiu no esquecimento.
Finalmente em 1866 a milagrosa efígie foi conduzida triunfalmente ao seu atual santuário por ordem do Santo Padre, que recomendou aos filhos de Santo Afonso de Ligório: – “Fazei que todo o mundo conheça o Perpétuo Socorro”. Desde então os Missionários Redentoristas tem a Missão de propagar a Devoção à Mãe do Perpétuo Socorro, por meio das Novenas celebradas todas as quarta-feira e pela Visita Peregrina do Ícone.
COMUNIDADE REDENTORISTA
Padre Dirson Ferreira Gonçalves, CSsR
Padre Roberto Claudiano da Silva, CSsR
REITOR/PÁROCO
PADRE DIRSON FERREIRA GONÇALVES, CSsR
Nascimento: 20/11/1972
Profissão Religiosa: 24/01/1999
Ordenação: 02/08/2003
Lema Sacerdotal: “Pedro tu me amas?Apascenta as minhas ovelhas” Jo 21,17
VIGÁRIOS
PADRE ROBERTO CLAUDIANO, CSsR
Nascimento: 19/04/1971
Profissão Religiosa: 21/01/2006
Ordenação: 19/12/2009
Lema Sacerdotal: “Tu tens Palavras de vida eterna” Jo 6, 68
Endereço:
Rua: Doutor Bezerra de Menezes, 41
Vila Planalto
Cep: 79.009-130
Fone: (67) 3325-0206

Santuário Nossa Senhora do Perpétuo Socorro

Av. Afonso Pena, 377 - 79005-000 - Campo Grande - MS

contato@perpetuosocorroms.com.br

(67) 3384.2818 – (67) 3384.9969

AFIM

Av. Afonso Pena, 488 - Amambaí - Campo Grande - MS

assistenciasocial@afimcg.org.br

(67) 3211.6072 | 3211.6020 | 3211.6005

Facebook

X